Product Support

Troubleshooting

O aplicativo Smashtag Reader foi feito o mais simples possível pelos padrões atuais e usa Bluetooth® para se conectar automaticamente a qualquer Smashtag em alcance cujo botão for pressionado.

Porém, pode haver situações em que o datalogger não funciona e há algumas coisas a verificar:

1. Verifique se o Bluetooth® está ativado em seu celular ou tablet, e que o mesmo não esteja em “Modo Avião”.

2. Depois de pressionar o botão do Smashtag, verifique se a luz vermelha está piscando rapidamente, aproximadamente uma vez por segundo — isso indica que o Bluetooth estará ativo pelos próximos 60 segundos; se não piscar, as baterias podem ter terminado e o datalogger precisará ser devolvido a nós para leitura dos dados.

3. Verifique se seu iPhone ou iPad está conectado à internet para que os dados sejam enviados para a nuvem.

Frequently Asked Questions

Como usar o Smashtag?

O Smashtag é entregue num estado de baixa energia. Para que comece a registrar, basta apertar o botão Vermelho indicado no rótulo. A luz vermelha vai piscar rapidamente por 1 minuto, indicando que o Smashtag está registrando e que o Bluetooth® foi ativado durante esse período. 

Devo remover a película?

Por favor, não faça isso! O design do Smashtag tem propósito duplo: ser hermeticamente lacrado e ser tão barato quanto é razoavelmente possível. Sendo assim, materiais e tecnologias padrão de embalagem são usados em seu design e fabricação. Por isso seu encapsulamento parece uma embalagem.

O que significa a luz vermelha piscar uma vez a cada 3 segundos?

Quando a luz vermelha pisca lentamente, isso indica que um alarme de temperatura excessivamente alta ou baixa disparou. O Smashtag vem com um perfil de alarme pré-programado, adequado ao tipo de frete ou item que irá monitorar. Se a temperatura ultrapassa o limite máximo ou mínimo para o período programado, a luz piscante notifica imediatamente o destinatário de que deve recuperar os dados do datalogger através do aplicativo para uma análise detalhada e verificar se a carga sofreu danos provocados pela temperatura.

Meu transporte é refrigerado, mas leva horas até atingir a temperatura correta. A luz vermelha de alerta será ativada prematuramente?

Isso não deve acontecer. O Smashtag é projetado para aguardar até que a temperatura atinja o nível que chamamos de “Cachinhos Dourados” (nem quente demais, nem frio demais) antes de ativar o alarme. Se depois disso a temperatura ultrapassar os limites do alarme, então a luz vermelha piscará a cada 3 segundos. Pode acontecer que, por defeito ou má configuração, sua unidade refrigeradora nunca chegue no nível “Cachinhos Dourados” e o tempo de espera para armar o alarme se esgote sem que a temperatura tenha atingido os limites; nesse caso, a luz vermelha de alarme irá disparar.

Meu transporte provavelmente vai exceder o limite de temperatura por um breve período. O alarme vai disparar nesse caso?

Os critérios de alarme do Smashtag incluem tanto o limite de temperatura que não deve ser excedido quanto o tempo da rota, visto que os danos provocados pela temperatura em geral são resultado desses dois fatores. Esses critérios são programados quando você faz o pedido dos dataloggers. Entre em contato conosco para analisar suas necessidades específicas.

Esqueci de pressionar o botão antes que o frete saísse. Ainda vou obter os dados de temperatura?

Sim, não precisa se preocupar. Cada Smashtag registra constantemente a temperatura em frequência reduzida a partir do momento em que é calibrado e testado em nossa unidade de produção para prevenir esse exato problema. Você terá todos os dados de temperatura a partir da primeira ativação de seu Smashtag na fábrica. Talvez precise procurar um pouco, mas você vai encontrar os registros de temperatura da sua entrega.

Quanto tempo meu Smashtag vai durar?

O Smashtag é projetado para registrar dados até que 64.000 leituras sejam salvas ou a bateria acabe. O datalogger é feito para durar pelo menos 45 dias após ter ficado 12 meses parado numa prateleira. A luz vermelha de alarme consome a maior parte da energia, então se não tiver disparado, o datalogger funcionará mais tempo. Se desejar que seu Smashtag dure o máximo de tempo possível, você pode não especificar os limites de temperatura ao fazer o pedido. 

Posso trocar as baterias do meu Smashtag?

Infelizmente não. As baterias dentro do Smashtag só podem ser inseridas por nossa equipe durante a produção. Além da necessidade de quebrar o encapsulamento hermético, a troca das baterias reiniciaria o software e zeraria a data e a hora, o que impede o registro de novas leituras. 

Posso reutilizar meu Smashtag?

O Smashtag é projetado para continuar registrando até que a bateria termine ou a memória fique cheia (64.000 registros de temperatura). Assim, você pode reutilizá-lo em várias entregas até que um desses limites seja atingido. Para manter sua operação simples e evitar exclusão de dados acidental ou maliciosa, decidimos bem no início da fase de design que o funcionamento do Smashtag não poderia ser interrompido ou reiniciado e que os dados não poderiam ser excluídos.

Posso reciclar o Smashtag?

Sim! Entre em contato conosco para providenciarmos que seus dataloggers sejam enviados de volta à fábrica. Eles foram projetados visando a possibilidade de reciclagem com relativamente pouco impacto ambiental. Usamos baterias alcalinas de zinco-manganês, que, em contraste com as mais prejudiciais baterias de lítio, não contêm chumbo nem mercúrio; e os componentes eletrônicos são projetados de modo que possam ser recalibrados, testados, reprogramados e remanufaturados como novos Smashtags.

Posso fazer a leitura do meu Smashtag em vários pontos ao longo da entrega?

Sim. O Smashtag foi projetado para que muitas pessoas diferentes possam fazer sua leitura ao longo da rota. Por exemplo, ele pode ser verificado pela sua equipe de controle de qualidade na expedição, por funcionários de seu fornecedor de serviços de logística e por seu cliente. A cada ponto, os dados serão salvos na nuvem e enviados para você. 

Quem é notificado cada vez que se verifica o Smashtag?

Por padrão, sempre que se fizer uma leitura do Smashtag, somente você receberá uma planilha em formato CSV contendo os dados; ela será enviada para o endereço de e-mail fornecido a nossa equipe no momento da compra. Entrando em contato conosco, você pode indicar outros destinatários das informações do seu datalogger, como seu cliente ou sua equipe de controle de qualidade. No futuro, você mesmo poderá fazer isso a partir da interface online. 

Posso ver os dados na internet?

Estamos trabalhando duro para oferecer uma interface online. Mantenha contato e nós informaremos quando esse recurso ficar disponível.

Preciso de um nome de usuário e senha para usar o aplicativo?

Não. Cada Smashtag é vinculado à conta de seu proprietário quando é pedido. Independentemente de quem usar o aplicativo para baixar os dados do Smashtag, o proprietário e os destinatários indicados por ele receberão automaticamente uma notificação e os dados. 

Como posso confiar que ninguém alterou os dados de temperatura do Smashtag?

Os dados de temperatura do Smashtag são assinados digitalmente antes de ser enviados por Bluetooth® para o aplicativo, usando uma chave de acesso que apenas aquele Smashtag individual e nosso servidor em nuvem conhecem. Se os dados fossem alterados entre o Smashtag e o servidor, o upload para a nuvem seria rejeitado.

Eu ainda consigo recuperar meus dados se a bateria terminar?

O Smashtag salva os dados seguramente numa memória que os retêm mesmo que as baterias descarreguem. Nesse caso, o Smashtag detecta que a bateria está acabando e entra em modo de hibernação, desativando tudo o que não é necessário. Mas o Bluetooth® ainda pode ser ativado, pressionando o botão para recuperar os dados com o aplicativo. 

Smashtag Ltd
B6 Beech House, Melbourn Science Park
Melbourn, Herts,

United Kingdom
SG8 6HB

01223 881881

Smashtag Ltd is registered in England & Wales

Company No. 11224977

VAT No. GB 310 9250 40

© 2020 Smashtag Ltd

Política de Privacidade e de Cookies